Não era mais uma menina com um livro...

...era uma mulher com seu amante.

Clarice Lispector

domingo, 22 de novembro de 2009

Voar

@

Abro minhas asas para embelezar
Não as preciso para voar.
Vou longe por mim mesma
Minha vontade me conduz...

Tiro minhas vestes e solto os cabelos
Deixo-me levar pelos ventos...
Não preciso de embalagem e máscaras
Não tenho vergonha de ser e querer.

Não preciso prender-me, conter-me...
Abro-me toda, dou-me por completa.
Assim eu sou...

Desde que do casulo saí
Nada mais me prende.

Aprendi a me soltar
Sem ter medo de cair...

Carolina Salcides

2 comentários:

Amélia disse...

"Aprendi a me soltar
Sem ter medo de cair..."

E isso é o que importa, não é?

ParadoXos disse...

preso à liberdade de ser...


:-)


abraço

 
Designed by Susana Lopes